Sobre Véus…

Pegando carona no último post, sobre comprimento de vestido Midi, vai aqui mais uma dica para as noivas de 2016. A mais recente tendência de comprimento de véus é o 7/8. Para quem não está acostumada com essas medidas, que muitas vezes nos confundem, significa que não é curto, nem longo. Esse comprimento termina na altura dos quadris, mas pode passar um pouquinho da metade da cauda do vestido. Particularmente, eu já gostava desse comprimento antes mesmo dele voltar como tendência, por ser delicado e prático, e também porque a noiva pode permanecer com ele até mesmo depois da cerimônia, ao contrário dos véus longos que dão sempre algum trabalho. Outra possibilidade bem importante é que esse comprimento de véu pode cobrir o rosto sem destoar, valorizando e muito o conjunto noiva/vestido. Uma outra tendência que será muito vista nos próximos anos são os barrados contornando o véu. Podem ser em renda, simulando uma mantilha, ou em largos drebruns de seda, utilizados em qualquer comprimento de véu, sejam eles curtos, médios ou longos. Gosto sempre de lembrar que, na hora da escolha do véu, toda a noiva tem de levar em conta o modelo de seu vestido para que haja harmonia no conjunto. Às vezes o que imaginamos ser o complemento ideal, pode não ser o mais adequado para o seu estilo individual. Nesse momento é imprescindível contar com a orientação do Estilista da noiva que ao criar o modelo já idealizou o que melhor irá completar a produção.

ALBA-ENS-EST-123

A perfeição é feita de detalhes. A harmonia entre arranjo e véu é meio caminho para uma produção perfeita ou, no mínimo, confusa. Se o véu que você vai utilizar possui vários detalhes, faça opção por um arranjo mais discreto, e o contrário também é a melhor escolha.

Foto – Irit Fotografia

MakeUp – Grazi Almeida

Véu e Arranjo – Alba Martins Atelier