Realizando sonhos…

IMG-20190310-WA0026

Novidades no mundo da alta costura sempre me deixam feliz. E a satisfação é ainda maior quando o mais novo atelier de noivas de São Paulo é de amigas queridas, como Maria e Cidinha Martins, sempre unidas para transformar o sonho de noivas, madrinhas e debutantes. Artistas com tecidos e agulhas, ambas são donas de uma simpatia e profissionalismo sem igual, além do carinho com que tratam suas clientes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

o endereço do atelier é na Rua Amélia Correa Fontes Guimarães, 67, no Morumbi, em SP

Tel.: (11) 3726.1221 e (11)97191.1420

Acompanha também as novidades do atelier no instagram.

 

Anúncios

Casar é uma fantasia

Para encerrar o ano, hoje decidi fazer um repost do testemunho da querida Melissa Barros, e dessa maneira agradecer todas as minhas queridas noivas e seus emocionantes testemunhos, que me fazem ter certeza que o meu trabalho toca de verdade as pessoas, e dessa maneira me incentiva a continuar na realização desses maravilhosos sonhos.
Alba Martins
Melissa

Nunca pensei que fosse me casar nos moldes tradicionais do véu e grinalda. Mas ao encontrar o príncipe e decidir casar, me entreguei ao delírio de Cinderela e me permiti o pacote completo. Achava que meu vestido seria com uma saia “retona” e bem “basicão”. Meio traje dos anos 50/60. Experimentei vários e percorri diversos ateliers até encontrar Alba Martins. Alba já é encantadora no primeiro contato. Fina, e ponto! Me recebeu em sua casa num domingo com direito a mãe, tia, prima (irmã), padastro…a trupe toda. Nos brindou com seu sorriso doce e serviu café e suco de maracujá natural. Tudo impecável. Quando adentrei a saleta onde estavam os modelos disponíveis olhei para os três selecionados para a prova, e tive certeza que já tinha encontrado o meu eleito. Muito longe da saia reta, ele fazia ondas desestruturadas que completavam um corpete todo rendado. É este! Eu pensei. Não hesitei em provar todos os véus e grinaldas, e Alba me incentivou a escolher o mais vistoso, me lembrando que eu iria me casar somente uma vez! E já que ele era “a minha cara”! Entendi o que tantas noivas sentem. O mais importante para mim sempre foi ter encontrado a pessoa certa. O restante, eram acessórios que iriam completar uma história de amor. Fui premiada com este encanto de pessoa que me fez uma noiva linda e realizada. Ganhei não apenas um traje maravilhoso, mas uma amiga por quem guardo um carinho eterno. Conheçam um pouco de Alba Martins acessando seu blog e instagram. E se for casar, não deixe de conhecê-la!

 

De Alba Martins para as Noivas

Ser a estilista de centenas de noivas é viver uma emoção a cada novo trabalho. Desde o primeiro contato com a noiva até a entrega do vestido vivemos juntas intensos momentos de alegria e sonho. Cada uma com sua expectativa, mas todas diferentes. E eu procuro traduzir isso, com o máximo de criatividade, em modelos e tecidos, dos mais nobres aos mais tecnológicos. A cada trabalho sinto-me gratificada por saber que o Alba Martins Atelier abraça e atende o desejo de cada cliente, com a minha assinatura.Filme 094

Acabei de postar, na página NOIVAS, mais três casamentos que mostram vestidos em estilos diferentes, tal qual suas noivas, todas queridas.

O Retorno dos Clássicos

A tradição de modelos mais clássicos de vestidos de noiva deve retornar ao lugar da preferência das noivas em 2017. As transparências exageradas e o tule, definitivamente são coisa do passado. Vão ceder espaço para tecidos mais pesados, como cetim, zibelina, tafetá e shantung. As rendas, que conferem sempre um tom romântico, continuam em alta, agora mais valorizadas, com bordados e pedraria pesada. Todo esse conjunto de tendências nos remete para uma época em que a imponência valorizava a solenidade do casamento com pompa e gala.

IMG-20160423-WA0009

É sempre bom lembrar que um vestido clássico deve ser usado somente depois das dezoito horas…

Damas de Honra

A tradição das damas de honra, além do significar a abertura do caminho para a noiva, enriquece um momento tão aguardado por todos, anunciando a chegada da noiva desde a sua entrada até o altar. As damas devem trajar vestidos leves e preferencialmente em organza, tafetás, laços e flores. Sugiro que o conjunto de damas e pajens seja composto por crianças até dez anos. Podem ser aos pares ou até mais, o que fará do cortejo algo suntuoso. Quanto às alianças, usualmente sustentadas por almofadas especiais ou em salvas de prata, cabe a uma das damas ou pajem levá-las. O pajem deve usar um costume com gravatinha ou acessório desde que numa cerimônia noturna. Evite vestidos de alças e tomara-que-caia para as meninas, pois isso descaracteriza a infantilidade e a inocência delas. Os sapatos mais adequados são os tipo “boneca” ou sapatilhas. Jamais use sandálias em meninas com menos de 12 anos, pois causa o mesmo efeito das alcinhas nos vestidos.

p198ojgoqg1if21m4c9jp3lj1oev4

Uma dica muito importante para a mãe: não coloque arranjos muito grandes e pesados no cabelo das meninas, é mais confortável elas usarem laços de fitas em seda natural ou pequenos arranjos de flores, sempre combinando com os tons dos vestidinhos.

O destaque do derrière

Já valorizado pelas brasileiras, hoje as coleções de vestidos de noiva vistos nas melhores passarelas do mundo tem como destaque os quadris. Aposta-se em saias mais justas, na altura dos quadris de onde saem caudas menos volumosas e mais curtas. O conhecido estilo sereia se acentuou tornando a silhueta das noivas de 2016 bem mais sensual.

combinado1

Desenhar as curvas com recortes numa boa modelagem para acentuar o “bumbum” é tendência para todas, respeitando-se sempre o limite do bom senso.